• KRUSH-IT

Escolhas certas em restaurantes


“Comer fora de casa” tem um peso cada vez mais significativo nos hábitos alimentares da população, o que pode determinar o estado de saúde e a qualidade de vida de todos os indivíduos. Assim, torna-se essencial a educação da população para escolhas alimentares saudáveis quando o consumo alimentar é feito fora de casa, de forma a promover estilos de vida saudáveis. O restaurante é muitas vezes o local escolhido para as refeições, em família, sozinho ou com colegas, durante a semana no intervalo do emprego/escola, ao fim-de-semana ou em dias especiais. (1) O que acontece é que, na maior parte das vezes, deparamo-nos com uma vasta lista de pratos bastante apelativos e, por isso, teremos de ter uma análise crítica e uma escolha acertada.


Segundo o barómetro do programa europeu FOOD, os restaurantes na União Europeia assistiram, em 2015, a um aumento de 29% nos pedidos de refeições saudáveis e a um aumento de 33% na procura de pratos equilibrados. Nos últimos 12 meses, os restaurantes inquiridos notaram ainda mais pedidos de informação sobre a composição das suas refeições. (2)


Cada vez mais, verifica-se que os restaurantes procuram ter opções mais saudáveis e diversificadas e, muitos apresentam soluções de refeições económicas. Contudo, nem sempre a quantidade ou o tipo de refeições servidas são as mais adequadas e, por isso, existem formas de tornar a refeição mais saudável. (1) Se o prato principal não lhe parecer o mais adequado, peça, por exemplo, uma sopa e uma salada composta com uma fonte de proteína (frango, atum, ovo ou tofu ou leguminosas, como feijão, grão ou lentilhas) e de hidratos de carbono (massa, batata ou leguminosas, como feijão, grão ou lentilhas). Reduza as quantidades. Opte por um menu infantil, caso exista, uma vez que neste são servidas doses menores. Se almoçar com um familiar, amigo ou colega, divida a dose do prato principal, os aperitivos e até mesmo a sobremesa. Recuse o pão servido como entrada, uma vez que no tempo de espera pela refeição irá ingerir uma quantidade elevada, sem se aperceber. Peça uma salada variada ou uma sopa de legumes, enquanto aguarda pelo prato principal. Prefira métodos de confeção “simples”. Opte por grelhados, cozidos ou ensopados, em vez de fritos e assados com gordura. Se o prato tiver molhos, peça para estes serem servidos à parte, assim poderá optar por pouca quantidade ou por não os utilizar. Não adicione molhos extra (ketchup, maionese, mostarda…) ao seu prato. Opte por substitutos, por exemplo, salada ou arroz simples, em vez de batatas fritas. Privilegie a escolha de pratos de peixe, com batata ou grão-de-bico e salada ou legumes cozidos como acompanhamento. Modere a adição de azeite no tempero da salada. Apesar de ser saudável, não deixa de ser gordura. Escolha fruta da época para a sobremesa. Coma devagar, de forma a mastigar bem os alimentos e perceber atempadamente quando está satisfeito. (1)


Existem muitas opções disponíveis e cada um deve escolher aquela que melhor se adapta ao seu dia-a-dia e à sua saúde. Melhore as suas escolhas alimentares mesmo fora de casa e desfrute desse momento com todo o prazer e sabor.

Referências:

1. Associação Portuguesa de Nutrição: https://www.apn.org.pt/documentos/ebooks/Ebook_Guia_Escolhas_Alimentares.pdf

2. Food, Barometer, 2015

Por: Milene Celestino: Nutricionista do clube de saúde Kalorias Montijo, membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas nº1154N.

Photo by Jessie McCall on Unsplash

receba mais informação

  • Krush It | Braga
  • Instagram - White Circle
  • Krush It | Braga

© 2020 KRUSH-IT. Todos os direitos reservados.