• KRUSH-IT

Nitratos e nitritos na performance desportiva

O nitrato inorgânico está presente em vários alimentos e é abundante em vegetais de folhas verdes e na beterraba. Após a ingestão, o nitrato é convertido no corpo em nitrito e armazenado no sangue. Em condições de baixa disponibilidade de oxigénio, o nitrito pode ser convertido em óxido nítrico, desempenhando uma série de funções importantes no controlo vascular e metabólico, como reduzir a pressão arterial em repouso, uma vez que promove a vasodilatação.


Relativamente ao efeito do nitrato no desempenho de exercícios em indivíduos saudáveis, a literatura parece consistente em mostrar que até 15 dias de ingestão alimentar pode aumentar os índices desse desempenho. No entanto, essa eficácia dependerá de vários fatores, como idade, saúde, alimentação diária e condição física (tipo de fibra muscular) dos indivíduos, a intensidade, duração e tipo de exercício.


Vários estudos verificaram um efeito ergogénico na ingestão de sumo de beterraba em diversos tipos de exercícios, no entanto, apenas um número escasso, porém crescente, de investigações avaliou os efeitos dessa suplementação sobre o desempenho em exercícios de alta intensidade.


Os resultados indicam que o sumo de beterraba administrado numa dose única ou por alguns dias pode melhorar o desempenho em exercícios intermitentes de alta intensidade com curtos períodos de descanso. As melhorias observadas foram atribuídas à rápida ressíntese de fosfocreatina e na produção de força muscular. A suplementação com sumo de beterraba demonstrou diminuir a fadiga muscular associada aos exercícios de alta intensidade, embora não se saiba se isso é obtido pela redução da fadiga e do dano muscular ou pela regeneração muscular pós-exercício.


Assim, ingerir vegetais ricos em nitratos parece aumentar a performance em exercícios de alta intensidade.



REFERÊNCIAS:


1. Jones AM. Dietary nitrate supplementation and exercise performance. Sports Med. 2014 May;44 Suppl 1(Suppl 1):S35-45. doi: 10.1007/s40279-014-0149-y.PMID: 24791915


2. Domínguez R, Maté-Muñoz JL, Cuenca E, García-Fernández P, Mata-Ordoñez F, Lozano-Estevan MC, Veiga-Herreros P, da Silva SF, Garnacho-Castaño MV. Effects of beetroot juice supplementation on intermittent high-intensity exercise efforts. J Int Soc Sports Nutr. 2018 Jan 5;15:2. doi: 10.1186/s12970-017-0204-9. eCollection 2018.PMID: 29311764


3. Jones AM, Thompson C, Wylie LJ, Vanhatalo A. Dietary Nitrate and Physical Performance. Annu Rev Nutr. 2018 Aug 21;38:303-328. doi: 10.1146/annurev-nutr-082117-051622.PMID: 30130468


4. Olsson H, Al-Saadi J, Oehler D, Pergolizzi J Jr, Magnusson P. Physiological Effects of Beetroot in Athletes and Patients. Cureus. 2019 Dec 11;11(12):e6355. doi: 10.7759/cureus.6355.PMID: 31938641



Por: Milene Celestino: Nutricionista do clube de saúde Kalorias Montijo e Quinta do Conde, membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas nº1154N.

Posts recentes

Ver tudo