Sabe exatamente o que é a líbido?

A líbido é apenas mais um nome para desejo sexual.


Uma grande variedade de fatores, internos e externos pode ter efeito sobre a líbido: o sono, a alimentação, o exercício, o stress e as hormonas são apenas alguns deles. A líbido é diferente de pessoa para pessoa e, por norma, tende a diminuir com o avançar da idade.


Todos os nutrientes são importantes para termos uma boa saúde, mas alguns estão mais relacionados com a função sexual do que outros:

  • Ferro (transporte de oxigénio no sangue);

  • Zinco (produção e mobilidade dos espermatozoides);

  • Magnésio (produção de energia, desperta o desejo sexual e é fundamental para a ejaculação e orgasmo);

  • Cálcio (essencial para a contração muscular e associado à ereção masculina e orgasmo feminino);

  • Iodo (essencial para a boa função da tireoide, que em caso de função deficitária leva à perda de líbido);

  • Selénio (relacionado com o desempenho sexual, quantidade de esperma e fertilidade);

  • Crómio (relacionado com a energia e consequentemente com a líbido);

  • Arginina (necessário para o crescimento e desenvolvimento sexual e constituinte da cabeça e corpo dos espermatozoides);

  • Coenzima Q10 (produção de energia);

  • Ácidos gordos (importantes para o equilíbrio hormonal);

  • Vitamina A (essencial para a saúde sexual e como antioxidante);

  • Vitaminas do complexo B (produção de energia e sensação de bem estar fundamental para o orgasmo);

  • Vitamina C (importante para o desempenho sexual)

  • Vitamina E (antioxidante fundamental para a saúde e vitalidade sexual)


Apesar de não existir grande evidência científica dos efeitos da alimentação na função sexual, na lista abaixo, sugerimos-lhe 40 alimentos que são ricos nos nutrientes citados.


Perca: peixe rico em magnésio, ómega-3, selénio e zinco;

Ovos: ricos em cálcio, ferro, zinco e vitaminas do complexo B;

Caviar: rico em ferro, magnésio, Vitaminas do complexo B (particularmente colina);

Milho: Rico em arginina;

Centeio: rico em cálcio, ferro, magnésio, zinco, vitaminas do complexo B e vitamina E;

Espinafres: rico em betacaroteno, cálcio, Coenzima Q10, ferro, magnésio, vitaminas do complexo B e C;

Tofu: Rico em cálcio, ferro, magnésio, fitoestrogénios e vitamina A;

Pinhões: cálcio, magnésio, zinco e vitaminas do complexo B;

Morangos: ricos em betacarotenos, cálcio, ferro, magnésio, vitamina C e vitamina E;

Abacate: rico em betacarotenos, cálcio, ferro, magnésio, zinco e vitamina C;

Gengibre: betacaroteno, cálcio, ferro, magnésio, zinco e vitamina C;

Manga: rico em betacaroteno e vitamina C;

Amêndoa: cálcio, magnésio, ómega-3, ómega-6, zinco, vitaminas B e vitamina E;

Camarões: cálcio, iodo, magnésio, fenilalanina, selénio e zinco;

Sementes de sésamo: ricas em cálcio, ferro, magnésio, ómega-3, ómega-6, selénio, zinco e vitamina E;

Aipo: rico em betacaroteno, selénio e vitaminas do complexo B;

Alho: rico em cálcio e vitamina C;

Natas: ricas em arginina, cálcio, magnésio e zinco;

Queijo: arginina, cálcio, magnésio e zinco;

Arroz integral: rico em cálcio, ferro, magnésio, zinco e vitaminas do complexo B;

Papaia: rica em betacaroteno, cálcio, magnésio e vitamina C;

Cebola e alho-francês: ricos em betacarotenos, cálcio, crómio e magnésio;

Ameixas secas: ricas em cálcio e ferro;

Figos: ricos em betacarotenos, cálcio e vitamina C;

Lentilhas: ricas em cálcio, manganês, magnésio, zinco e vitaminas do complexo B;

Cogumelos e trufas: ricos em cálcio, ferro, magnésio, zinco e vitaminas do complexo B;

Chocolate preto: rico em magnésio, fenilalanina e potássio;

Atum: rico em ómega-3, selénio, zinco e vitaminas do complexo B;

Espargos: ricos em betacarotenos, vitaminas do complexo B e vitamina C;

Tomate: rico em betacaroteno, magnésio, triptofano e vitamina C;

Banana: betacaroteno, magnésio, triptofano e vitamina C;

Amoras silvestres e framboesas: ricas em betacaroteno, cálcio, magnésio, vitamina C e E;

Beterraba: rica em betacaroteno, cálcio, ferro, potássio e vitamina C;

Abóbora: rica em cálcio, ferro, magnésio, ómega-3, ómega-6, zinco e vitaminas do complexo B;

Brócolos: ricos em ferro, vitamina A, vitaminas do complexo B e vitamina C;

Agrião: ricos em betacaroteno, cálcio, ferro, magnésio e vitamina C;


 

Ervas e especiarias como açafrão, estragão, noz-moscada e manjericão também são conhecidos como estimulantes sexuais.



Experimente! Esperamos que corra bem! 😉


 

Bibliografia:


10 maneiras naturais de aumentar sua libido: experimente ervas, reduza o estresse e muito mais (healthline.com)

Alimento para uma relação saudável e vida sexual (healthline.com)

7 alimentos afrodisíacos que aumentam sua libido (healthline.com)

VICKI, Esdgson; MARBER, Ian – O Nutricionista O que se debe comer para dormir melhor e ter melhor sexo. Lisboa, 2002. ISBN-972-650-588-7.


 

Por: Ema Mateus Roupa: Nutricionista do clube de saúde Kalorias Sines e Santiago, membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas nº0702N

50 visualizações

Posts recentes

Ver tudo